22-03: Facebook – na vida tudo passa

As linhas: “1 entre 16 usuários deixou de usar o Facebook nos Estados Unidos desde dezembro de 2012. No total, 10,6 milhões de americanos pararam de acessar o site no período. Essa foi a maior queda em números absolutos registrada no mundo e a maior no país desde 2011. 1 entre 4 usuários abandonou o site no Japão, o que representa a queda mais acentuada já registrada lá. Proporcionalmente, esse foi o maior declínio entre os países com mais de 1 milhão de contas. 31 países têm pelo menos metade de sua população cadastrada no Facebook. Apenas em oito deles houve aumento de audiência nos últimos três meses.” (Fonte: Veja, Números, 20 de março de 2013)

As entrelinhas: É o efêmero dos dias de hoje. Coincidentemente eu estava em NY, em meados de maio passado, quando as ações da empresa foram ofertadas ao público (IPO), em meio a grande pompa. Wall Street engalanada, Zuckerberg direto da Califórnia em telões espalhados por Manhattan. Três dias depois do lançamento as ações caíram 18,5%, de US$ 38.00 para US$ 31.00 (ontem estavam cotadas a US$ 25.75/ação). Já era sinal do grau de risco que existe nestas chamadas redes sociais (veja-se Orkut, MySpace e outros).  Mesmo “…porque na vida tudo passa, não importa o que tu faça, o que te fazia rir, hoje já não tem mais graça. Tudo muda, tudo troca de lugar… “(NX Zero).

Advertisements

2 thoughts on “22-03: Facebook – na vida tudo passa

  1. Olá Paulo
    Parabéns por este Blog tão interessante e actual, e simultaneamente tão económico em espaço de escrita.
    Quanto a esta queda que refere, seria fantástico sabermos quais as razões. Pode ser apenas a taxa de variação própria deste universo, ou então pode reflectir algum factor que deveríamos conhecer.Pelo menos é interessante que nos tenha feito pensar.
    Beijos,
    anaPaiva.

    • Ana, grato por sua visita e comentário, particularmente vindo de terra e de pessoa tão queridas. Agradeço seu elogio. A ideia é manter textos breves e pontuais, que desafiem as pessoas. Quanto ao Facebook penso seja um fenômeno natural – a cada dia surgem novas opções de redes sociais ou de comunicação eletrônica que deixam as existentes ultrapassadas. Um caso a seguir. Beijos do Paulo Costa

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s