16-09: A surpresa do Pan

continencia2As linhas: ” Brasília, 15/07/2015 Com cerca de 130 atletas militares no Pan-Americano de Toronto, o Ministério da Defesa, por meio das Forças Armadas Brasileiras, tem nesta competição o maior contingente em uma competição esportiva, chegando inclusive a superar muitos países na disputa. A partir da conquista de medalhas, e seguindo aquilo que preconiza a legislação militar, os atletas, no pódio, prestam continência à Bandeira Nacional. As imagens transmitidas pela televisão geraram debate sobre o gesto. O Comitê Olímpico Brasileiro (COB), divulgou nota oficial acerca do assunto. A seguir reproduzimos parte do texto: ‘ O projeto de parceria das Forças Armadas (FA) com o Comitê Olímpico do Brasil (COB) teve início em 2009. Naquela ocasião, o Brasil fora escolhido para sediar os V Jogos Mundiais Militares e precisava formar uma equipe de militares capaz de representar com sucesso o anfitrião do evento. Por outro lado, o COB entendeu que o apoio das FA seria de grande valia na preparação de nossos atletas de alto rendimento. Para avaliar o desafio, uma equipe do Ministério da Defesa e do COB viajou à Europa e verificou como isso funcionava em países como Alemanha, França, Itália, Hungria, etc. A Marinha e o Exército decidiram então publicar editais com as condições para seleção e admissão dos candidatos. Concretizava-se um sonho antigo daqueles que acreditavam que o exemplo de outras nações tinha tudo para dar certo no nosso país. Recentemente, a Força Aérea aderiu ao programa. Ministério da Defesa, Ministério do Esporte e Comitê Olímpico do Brasil uniram ações e recursos para que todas as dificuldades fossem superadas. O indiscutível sucesso dessa iniciativa se reflete em números altamente positivos. Os atletas foram criteriosamente selecionados e passaram por treinamentos duros e períodos de adaptação à nova situação profissional. Hoje, mais de trezentos deles ganharam direitos e deveres da profissão militar. Com isso, se sentem ainda mais amparados para se superar a cada dia, em busca de vitórias que projetam o nome do Brasil. Dezenas de medalhas foram conquistadas por eles em competições internacionais de diferentes níveis.’

As entrelinhas: Todo o debate começou por conta de algo de aparente menor relevância mas de grande efeito plástico. Questionou-se se seria correto atletas medalhistas prestarem continência (atenção, é prestar e não bater!) quando se toca o Hino Nacional e é hasteada nossa bandeira. Todas as teorias conspiratórias foram exploradas até o absurdo de imaginarem que um grande número de atletas se reuniu e combinou o gesto para pedir a volta do governo militar em nosso país!!! Mas esta discussão acabou por ser muito positiva pois revelou um fato que praticamente ninguém conhecia; as Forças Armadas do Brasil tem prestado significativo apoio ao esporte em um projeto denominado “Programa de Atletas de Alto Rendimento”. Pesquisei o assunto e minha conclusão é que trata-se de um programa válido, seguindo exemplos de outros países. Baseio-me em informação detalhada do próprio Exército, que indica que os atletas escolhidos passam por um período curto de treinamento intensivo em dependências das Forças Armadas, recebem patente militar temporária (e neste período tem todos os direitos e deveres de um militar de carreira) e lhe são franqueadas as instalações esportivas militares* para treinamento. Portanto “são mas não são”, na verdade, “estão”; não são necessariamente militares de carreira como tal, mas estão sob tutela de práticas militares. De toda forma os resultados demonstram que ao menos a disciplina que lhes é ensinada nas Forças Armadas, fator preponderante na obtenção de pódios e recordes nos esportes e na vida, tem trazido frutos em forma de medalhas de ouro, prata e bronze. Assim sendo, que continuem a prestar continência, a meu ver, uma forma significativa de mostrar orgulho da Pátria e respeito ao nosso hino e bandeira.

Vários e pouco conhecidos são os centros de excelência esportiva das Forças Armadas. Talvez a mais simbólica seja a Escola de Educação Física do Exército, estabelecida no Forte de São João, na Urca em companhia do Cefan (Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes), da Marinha do Brasil, também no Rio de Janeiro.

Foto: Eduardo Palácio/Terra, encontrada na página do Facebook do Exército brasileiro.

Advertisements

3 thoughts on “16-09: A surpresa do Pan

  1. Paulo, este é um assunto interessante. Porém, distanciando-nos um pouco do assunto, questiono qual é o grande valor de uma carreira de atleta de alto rendimento? Por que investir nisso? Apenas para o país figurar entre os grandes medalhistas?
    Acho bom ocupar as forças armadas com assuntos diversos (já que não temos muitos assuntos militares no momento histórico), acho proveitosas missões de caráter humanitário como a do Haiti, e considero os esportes muito positivos, mas a carreira de atleta profissional costuma ser curta e bastante debilitante (fisicamente). Seria a disciplina o suficiente para justificar esse desgaste? E seriam as “práticas militares” algo positivo ainda hoje?

    • Em primeiro lugar, grato pela leitura e comentário. Muito interessante, mas muito interessante mesmo sua observação. Na verdade vem de encontro a perguntas que faço a mim mesmo sobre o patrocínio de uma CAIXA a determinados times de futebol, qual o critério usado para escolher estes clubes e se há algum retorno nisto. Gostaria de ter sua autorização para publicar seu questionamento como “linhas” e dar a minha opinião, o que faria depois de terminados os Jogos. Aguardo sua manifestação! Cordialmente,

      • Claro que sim, aguardo ansiosamente sua opinião!
        Este tipo de questão se aplica a tantas práticas consolidadas do nosso mundo atual que questioná-las nos parece estranho, mas às vezes temos que questionar as coisas de grande escala para mudar os paradigmas.
        Um abraço!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s