15-04: PEC 37 – Ministério Público sobe o tom

As linhas: ” PEC 37 só interessa a corruptos, dizem promotores – Proposta que retira do Ministério Público o poder de investigação foi alvo de manifestações na sexta-feira, 12 de abril. Promotores e procuradores reunidos em São Paulo fizeram um ato contra a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição 37, que retira do Ministério Público o poder de investigação – garantindo essa competência apenas às polícias. Os manifestantes alegam que a medida vai reduzir a punição de responsáveis por crimes de corrupção e apontaram que o projeto está sendo defendido por políticos ‘corruptos e malfeitores’. O procurador-geral de Justiça de São Paulo, Marcio Elias Rosa, afirmou que a proposta de restrição ao trabalho de promotores está ’em desacordo com a realidade do Brasil’ e que o Ministério Público deve continuar a investigar a corrupção e os crimes econômicos.” (Fonte: Agencia Estado)

As entrelinhas: De alguns anos a esta parte o Ministério Público vem tomando iniciativas de investigação, levantando questões que agridem o povo brasileiro, em especial àqueles que pagam seus impostos corretamente e não se conformam com desmandos de políticos e empresários, preocupados com seus próprios ganhos, de origens escusas. Notamos seguidamente nos noticiários, jovens (e alguns nem tanto) Promotores de Justiça, aguerridos, sonhadores, destemidos, que enfrentam forças que sabemos poderosas. Estão cumprindo à letra o que determina a Constituição e que agora se lhes quer suprimir: “O Ministério Público (MP) é uma instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis (art.127, CF/88).”

Advertisements